Liga-te a nós

Amador

Salvador Costa Macedo com mais encanto na despedida do Penina Hotel & Golf Resort

O Sir Henry Cotton Penina Championship Course foi o palco do 2.º Torneio do Circuito Nacional Mid-Amateur. Salvador Costa Macedo, acabado de abandonar o cargo de diretor de golfe no resort anfitrião, venceu a prova masculina. Já em senhoras Lara Vieira continua imparável no escalão acima dos 30 anos.

Salvador Costa Macedo (Penina Golfe Clube) e Lara Vieira (Clube de Golfe do Santo da Serra) foram os vencedores na categoria Ouro das provas masculina e feminina do 2.º Torneio do Circuito Nacional Mid-Amateur, que decorreu este fim-de-semana no Sir Henry Cotton Penina Championship Course, em Portimão, com 68 jogadores em campo.

Ex-diretor de golfe do anfitrião Penina Hotel & Golf Resort, cargo que abandonou sexta-feira para iniciar funções – até mais comerciais – já amanhã nos Amendoeira Golf Resort e Palmares Ocean Living & Golf, que pertencem ao mesmo grupo, o antigo campeão nacional mid-amateur (em 2013 e 2015) tirou partido do seu conhecimento local para ser o único a registar duas voltas abaixo do Par 73 neste campo clássico do golfe português, tantas vezes palco do Open de Portugal.

Com resultados de 70-72, para um total de 142 (-4), ganhou com três pancadas de vantagem sobre Tiago Costa, da Aroeira, campeão nacional mid-amateur em 2019, que completou o dueto de jogadores que não perdeu para o Par em nenhuma das duas jornadas, marcando 73-72, para um somatório de 145 (-1).

Foi a melhor forma de terminar este ciclo, foram quase quatro anos aqui no Penina, memoráveis, inesquecíveis – e no futuro nunca se sabe”, disse Costa Macedo ao Gabinete de Imprensa da FPG.

Na verdade não estava à espera do resultado que fiz”, acrescentou. “Treinei muito pouco. Fui um bocadinho a ver o que é que vinha. E, no primeiro dia, acabo com um resultado bem melhor do que o meu nível de jogo, mas isso só me deu mais confiança para o segundo dia.

Um segundo dia em que nunca perdeu o comando, mas em que se deixou igualar por Tiago Costa após três buracos de jogo, para logo recuperar com birdies nos 4 e 5. “Foi uma vitória controlada com pressão de parte a parte”, concluiu.

Destaque também para Francisco Valente, do Lisbon Sports Club, que não perdeu para o Par no agregado dos 36 buracos. Com scores de 74-72, ficou em 146 (Even Par) e isolado no terceiro lugar do pódio. E recebeu o prémio Prata, sendo vencedor neste capítulo com os resultados net de 70-68, somando 138 (-8).

O êxito de Salvador Costa Macedo surge um mês depois de o seu irmão mais novo, Luís Costa Macedo (Lisbon SC), ter conquistado o Campeonato Nacional Mid-Amateur – BPI em Royal Óbidos.

Luís Costa Macedo foi desta vez 5.º no 2.º Torneio, com 149 (75-74), 3 acima do Par, empatado com Ricardo Pereira (74-75), do CG Vilamoura, mas tornou-se no novo líder Ouro na Road to Troia, a Ordem de Mérito do Circuito Nacional Mid-Amateur.

Acrescentou 240 pontos aos 450 conquistados no início de Julho pela vitória em Royal Óbidos e subiu de 2.º para 1.º na tabela, com 915 pontos, destronando o seu companheiro de clube José Maria Cazal-Ribeiro (713), que desce para 3.º. Tiago Costa, é agora 2.º na Road to Troia, com 728 pontos.

Salvador Costa Macedo “faturou” 300 pontos e subiu de 13.º para 4.º, com 683 pontos. Ricardo Pereira completa o top-5 do ranking Ouro, com 680 pontos.

O 4.º lugar no 2.º Torneio pertenceu a Nuno Brito Cunha (Oitavos), com 147 (71-76), +1. Jogou a volta de domingo no grupo de honra com Salvador e Tiago Costa.

Lara Vieira imbatível em senhoras

Na prova feminina, Lara Vieira voltou a vencer, somou mais 300 pontos para a Road to Troia e reforçou a liderança nesta tabela, somando 1050 pontos. Dos três triunfos averbados pela jogadora madeirense no Circuito Nacional Mid-Amateur, este foi o mais folgado.

Com voltas de 79-80, para um total de 159 (+13), a campeã nacional do escalão ganhou com 12 pancadas de vantagem sobre a vice-campeã nacional Marta Lampreia, que somou 171 (87-84), +25.

Joguei bem, mas ‘patei’ mal, tive dificuldade em me adaptar aqui aos greens, que estavam bons, mas com uma velocidade um bocadinho lenta”, disse Lara Vieira. “Mas estou contente por ter ganho mais este torneio e com alguma margem. Foi um ótimo fim-de-semana – e agora falta o último na Estela, vamos ver.”

Para Lara Vieira, antiga campeã nacional amadora absoluta e atleta internacional pela seleções nacionais, esta foi a primeira vez que jogou no Penina. “Nunca cá tinha jogado” reconheceu. “É um campo clássico, no sentido em que é preciso colocar bem a bola, no sítio certo, sob pena de não se conseguir jogar os buracos da melhor maneira. Gostei muito, o campo está em boas condições depois de ter estado parado durante algum tempo, e em relação à covid-19 a Federação Portuguesa de Golfe continua a ter ótimas medidas implementadas.

Ana Basílio dos Santos, do ACP Golfe, foi 3.ª com 175 (84-91), tendo tido a recompensa de subir do 3.º ao 2.º lugar na Road To Troia, com 903 pontos, destronando assim da vice-liderança Mafalda Magalhães (CG Arquitectos), que foi 5.º classificada na Penina com 181 (88-93).

O 4.º lugar no 2.º Torneio pertenceu a Celeste Duarte, do Oporto, com 178 (91-87), que foi a vencedora net, neste capítulo com resultados de 76-72 e um total de 148 (+2).

 

Fonte: Gabinete de Imprensa da FPG // Fotografia:  © Filipe Guerra/GolfTattoo/FPG

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Destaques

Mais em Amador